Pirlo diz não temer que Uefa exclua Juventus da próxima Liga dos Campeões

Andrea Pirlo, treinador da Juventus, garantiu neste sábado, véspera da partida contra Fiorentina, pela 33ª rodada do Campeonato Italiano, que não teme que o time de Turim seja excluído pela Uefa da próxima edição da Liga dos Campeões como forma de punição pela adesão à Superliga Europeia.

“Não temos medo disso. Estamos calmos e focados no que devemos fazer. Este é o nosso trabalho e estamos convencidos de que podemos alcançar nossos objetivos. Estamos tranquilos sobre o que a Uefa vai decidir”, comentou Pirlo em coletiva de imprensa.

A Juventus foi um dos 12 clubes fundadores da Superliga Europeia, um projeto que naufragou menos de três dias depois de seu anúncio, com a suspensão do torneio a partir da debandada de boa parte das equipes.

Os seis representantes ingleses foram os primeiros a sair: Manchester City, Arsenal, Manchester United, Tottenham, Liverpool e Chelsea. Depois, Atlético de Madrid e Inter de Milão fizeram o mesmo.

Diante dos protestos de torcedores e de autoridades governamentais e do futebol, a Juventus, assim como o Milan, reconheceu a necessidade de reavaliar o projeto, mas ainda não confirmou a saída da competição, enquanto que o Barcelona disse que a sua permanência depende da aprovação dos sócios.

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid e da Superliga, admitiu que “o projeto da Superliga ficou em “stand-by” e que Juventus e Milan “não desistiram” dele, enquanto que o Barcelona “está em reflexão”.

Um dos mais criticados na Juventus pela ideia de participar do controverso torneio foi o presidente do clube, Andrea Agnelli, mas Pirlo garantiu que o dirigente não se abateu com os protestos e críticas dos torcedores e da imprensa.

“Eu o vi sereno. É normal que muito se fale dele e eles vão continuar falando sobre ele. Mas ele está sereno, sabe o que tem que ser feito. Ele traz grande entusiasmo sempre que vem para o campo e nós estamos calmos”, disse o treinador, que assegurou que o clima é bom em Turim.

“O ambiente é positivo, somos uma equipe que quer terminar bem ano porque quer alcançar um objetivo importe”, acrescentou, referindo-se à necessidade de o clube terminar entre os quatro primeiros do Campeonato Italiano para poder jogar a próxima Liga dos Campeões.

Na coletiva de imprensa, Pirlo também definiu como “muito boa” a sua relação com o astro Cristiano Ronaldo. “Tenho uma relação muito boa com o Cristiano, ele sempre quer fazer o melhor. Ele quer o máximo e suas atitudes são morais, ele fica aborrecido no treinamento quando não ganhamos um jogo e quer sempre dar sua contribuição”, analisou o técnico sobre o comportamento do atacante português, que se mostrou irritado em alguns momentos nos últimos jogos da equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *