Palmeiras atropela o River e fica perto da final da Libertadores: 3 a 0

Luiz Adriano fez um belo gol na vitória do Palmeiras sobre o River

Luiz Adriano fez um belo gol na vitória do Palmeiras sobre o River
Juan Ignacio Roncoroni/EFE 05.01.21

O Palmeiras está muito perto da final da Libertadores da América. Jogando na Argentina, contra o todo poderoso River Plate, o Alviverde não tomou conhecimento do rival e, com uma atuação praticamente perfeita, fez 3 a 0 na noite desta terça-feira (5) e pode até mesmo perder por dois gols de diferença, no jogo de volta, na próxima terça-feira, no Allianz Parque, que mesmo assim vai à decisão.

Rony, Luiz Adriano e Matias Viña fizeram os gols palmeirenses. Pelo lado dos argentinos, além da derrota, o time ainda perdeu Carrascal, que foi expulso após uma falta feia em Gabriel Menino, e não poderá atuar na semana que vem.

COSME: Abel foi espetacular. Palmeiras massacrou o River

Antes da partida de volta, o Alviverde tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro no sábado, quando enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro.

Salva, Weverton
Logo nos primeiros minutos, o River Plate dava mostras de que dominaria as ações ofensivas. E os argentinos só não abriram o placar aos 5 graças a Weverton, que pegou chute cara a cara de Carrascal.

ASSISTA: Felipe Melo ‘enlouquece’ em comemoração de gol do Palmeiras

O time da casa voltou a assustar aos 20. Montiel cruzou na medida da direita e Borré chegou atrasado ao tentar finalizar. A bola foi para fora.

Rony chute para fazer o primeiro gol

Rony chute para fazer o primeiro gol
Juan Ignacio Roncoroni/EFE 05.01.21

Sempre ele
E na primeira vez que finalizou, o Palmeiras encontrou o seu gol. Armani saiu muito mal do gol e deixou a bola com Rony, que chutou cruzado para fazer 1 a 0. A bola ainda desviou em um zagueiro antes de estufar as redes, aos 26. Foi o quinto gol do atacante na Libertadores. Ele ainda tem sete assistências.

Não valeu
Por muito pouco o Alviverde não ampliou aos 30, em uma verdadeira pintura de Gustavo Scarpa. Porém, o gol foi anulado por conta de impedimento de Luiz Adriano no início da jogada.

Trave salva o Alviverde
Após alguns momentos “desorientado”, o River voltou a ameaçar já na reta final do primeiro tempo, em batida de falta de Nacho Fernández que explodiu no travessão.

Palmeiras ‘mortal’
Na volta para a segunda etapa, o Palmeiras foi mortal. Logo aos 2, Luiz Adriano virou para cima de Rojas, arrancou e bateu no meio das pernas de Armani para fazer 2 a 0. Belo gol em Avellaneda.

O segundo gol desestabilizou de vez o River. Aos 9, Patrick de Paula pegou a sobra e arriscou de longe. Armani fez a defesa.

Gallardo ficou desapontado com a derrota

Gallardo ficou desapontado com a derrota
Juan Ignacio Roncoroni/EFE 05.01.21

Poucos minutos depois, Carrascal fez falta feia em Gabriel Menino e levou o cartão vermelho direto. No lance seguinte, mais um gol do Palmeiras. Após cruzamento da direita, Matias Viña se antecipou aos marcadores e, de cabeça, fez o terceiro.

O River sabia que a situação já estava definida e, com um homem a menos, não conseguia reagir. Enquanto isso, o Alviverde ia colecionando chances de fazer ainda mais gols. Breno Lopes, Gabriel Menino e Willian tiveram boas oportunidades, mas não conseguiram marcar.

Nada que atrapalhasse a grande vitória do Palmeiras!

ZOEIRA: Que baile! Os melhores memes do massacre do Palmeiras no River

RIVER PLATE 0 X 3 PALMEIRAS

Data: 05 de Janeiro de 2021
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Avellaneda, em Buenos Aires-ARG
Árbitro: Leodán González (URU)
Assistentes: Nicolás Tarán (URU) e Carlos Barrero (URU)
VAR: Julio Bascuñán (CHI)
GOLS: Palmeiras – Rony (26’/1ºT), Luiz Adriano (1’/2ºT) e Viña (16’/2ºT)
CARTÕES AMARELOS: River Plate – Ponzio (32’/2ºT), De La Cruz (49’/2ºT) Palmeiras – Gustavo Gómez (29’/1ºT), Patrick de Paula (42’/1ºT), Danilo (3’/2ºT)
CARTÃO VERMELHO: River Plate – Carrascal (14’/2ºT)
RIVER PLATE: Armani; Montiel, Rojas, Pinola e Casco (Girotti 28’/2ºT); Enzo Pérez (Díaz 41’/2ºT), De La Cruz e Nacho Fernández (Julián Álvarez 36’/2ºT); Carrascal, Suárez (Ponzio 28’/2ºT) e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.
PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Alan Empereur, Gustavo Gómez e Viña; Danilo (Zé Rafael 21’/2ºT), Patrick de Paula (Emerson Santos 32’/2ºT) e Gabriel Menino; Gustavo Scarpa (Raphael Veiga 25’/2ºT), Rony (Breno Lopes 24’/2ºT) e Luiz Adriano (Willian 32’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira

Fla e Flu tiveram maiores prejuízos de bilheteria no ano da pandemia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *