Estrangeiros são responsáveis por quase 10% dos gols do Brasileirão

Lance

Lance
Lance

Um fato curioso chamou a atenção nos jogos desta terça-feira pelo Campeonato Brasileiro: dos quatro gols anotados na noite, três foram feitos por estrangeiros. Na vitória do Atlético Mineiro por 2 a 0 sobre o Santos, o venezuelano Savarino estufou as redes duas vezes. Já no empate em 1 a 1 entre Palmeiras e Vasco, foi o argentino Benítez, da equipe carioca, quem marcou. O único tento brasileiro foi de Breno Lopes, pelo Alviverde.

A proporção de 75%, claro, não é comum. Mas o volume de gols marcados por gringos no Brasileirão 2020 é alto. Das 792 bolas na rede até agora, em 318 partidas, 74 foram empurradas por atletas nascidos fora do Brasil – o equivalente a 9,3%. Sem contar os três gols de Marcos Paulo, jovem atacante do Fluminense que tem nacionalidade portuguesa, e de Chico, do Atlético Goianiense, filho de sul-coreanos.

Quem tem ajudado bastante a engrossar essa lista é outro vascaíno: Germán Cano. Apesar de ter passado em branco contra o Palmeiras, o atacante argentino é o gringo com mais gols nesta edição do Brasileiro, com 13. Com os dois tentos anotados sobre o Peixe, Savarino chegou a 7 na competição e agora ocupa a 2ª posição no ranking, superando o uruguaio Arrascaeta, do Flamengo.

ARTILHARIA ESTRANGEIRA DO BRASILEIRÃO

1º – Cano – argentino – Vasco – 13 gols
2º – Savarino – venezuelano – Atlético-MG – 7 gols
3º – Arrascaeta – uruguaio – Flamengo – 6 gols
4º – Soteldo – venezuelano – Santos – 4 gols
5º – Alan Franco – equatoriano – Atlético-MG – 3 gols
Guerrero – peruano – Internacional – 3 gols
Abel Hernández – uruguaio – Internacional – 3 gols
Leandro ​Barcía – uruguaio – Sport – 3 gols

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *