Em Brasília, Palmeiras tenta reverter recente retrospecto ruim contra o Flamengo

As memórias ruins dos confrontos recentes com o Flamengo incentivam o Palmeiras a conseguir uma história diferente no jogo desta quinta-feira, às 19h, em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro. Derrotas marcantes, crises e demissões de técnicos fazem o time alviverde se sentir mais confiante de que, agora que vive um momento positivo, pode fazer diferente neste confronto direto pelo G4 do Campeonato Brasileiro.

Na briga pelo título e apenas um ponto atrás do Flamengo (51 contra 52), o Palmeiras vive dias de alegria pela goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians e a confortável expectativa de ter pela frente finais de Libertadores e Copa do Brasil para disputar.

O time do técnico Abel Ferreira só não quer ver a equipe rubro-negra conseguir estragar o ambiente, algo que fez nos últimos três últimos encontros pelo Campeonato Brasileiro.

O ano de 2019 foi marcante na história do confronto. As duas vitórias do Flamengo custaram as demissões de dois técnicos do Palmeiras. Luiz Felipe Scolari saiu depois da derrota por 3 a 0 no Maracanã, em setembro.

Em dezembro o baque seria ainda pior porque, após levar de 3 a 1 dentro de casa, a diretoria do Palmeiras promoveu uma grande mudança ainda com o time dentro do vestiário.

O técnico Mano Menezes e o diretor de futebol Alexandre Mattos acabaram demitidos minutos depois do apito final. A série de tropeços diante do Flamengo aumentou neste Brasileirão. No primeiro turno o time carioca convivia com um surto de covid-19 no elenco e até tentou adiar o jogo no Allianz Parque. Após suspense sobre liminares e tentativas de adiamento, a partida foi confirmada poucos minutos antes do horário previsto.

O Flamengo com 20 jogadores infectados, sem o técnico Domènec Torrent e com somente três titulares, escalou vários garotos da base que nunca haviam estreado pelo profissional. Ainda assim, conseguiu empatar por 1 a 1.

A atuação ruim do Palmeiras naquela tarde contribuiu para aumentar a pressão sobre o treinador Vanderlei Luxemburgo. Semanas depois, ele seria demitido depois de uma derrota dentro de casa para o Coritiba.

O zagueiro Luan afirmou que o Palmeiras não se sente influenciado por esse histórico recente. “Cada jogo é uma história. Temos de fazer uma grande atuação, impor o nosso ritmo. O Flamengo é uma excelente equipe”, disse.

O discurso de não se deixar interferir pelos resultados também vale para se blindar de quando se tratam de grandes vitórias. A goleada de 4 a 0 sobre o Corinthians não provocou euforia prolongada.

“Esse jogo já passou. Tivemos uma conversa mais cedo para analisar o que fizemos de bom e no que temos de melhorar. Sempre o próximo jogo é o mais importante. Temos agora de só pensar no Flamengo”, disse Luan. O zagueiro deve atuar ao lado do chileno Kuscevic no setor.

O Palmeiras promete ir a campo com a força máxima. O único desfalque é o lateral Mayke, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter sido expulso após falta violenta na partida contra o Goiás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *