ATUAÇÕES: Diego Alves volta bem e é o único destaque positivo em empate do Flamengo contra o Vélez

O Flamengo deixou a desejar na sexta e última rodada do Grupo G da Libertadores. Empatou em 0 a 0 com o Vélez Sarsfield, no Maracanã, avançou às oitavas em primeiro lugar, mas apenas Diego Alves mereceu ser destaque no apático time. Confira as notas a seguir! (Por Lazlo Dalfovo - lazlodalfovo@lancenet.com.br)

O Flamengo deixou a desejar na sexta e última rodada do Grupo G da Libertadores. Empatou em 0 a 0 com o Vélez Sarsfield, no Maracanã, avançou às oitavas em primeiro lugar, mas apenas Diego Alves mereceu ser destaque no apático time. Confira as notas a seguir! (Por Lazlo Dalfovo – [email protected])
Lance! Galerias
DIEGO ALVES - 6,5 - Depois de cinco partidas como desfalque, Diego Alves retornou à meta rubro-negra e fez boas defesas. E ainda chamou a atenção pela voz ativa em prol da organização defensiva. Gritou o jogo todo e exerceu o papel de líder. 

DIEGO ALVES – 6,5 – Depois de cinco partidas como desfalque, Diego Alves retornou à meta rubro-negra e fez boas defesas. E ainda chamou a atenção pela voz ativa em prol da organização defensiva. Gritou o jogo todo e exerceu o papel de líder. 
Lance! Galerias
ISLA - 4,0 - Mais uma vez, o chileno deixou a desejar. Manteve a tônica: ponta direita para atacar, Isla pecou nos cruzamentos, vacilou na saída de bola e não demonstrou a segurança necessária na defesa. Acentuou a má fase. 

ISLA – 4,0 – Mais uma vez, o chileno deixou a desejar. Manteve a tônica: ponta direita para atacar, Isla pecou nos cruzamentos, vacilou na saída de bola e não demonstrou a segurança necessária na defesa. Acentuou a má fase. 
Lance! Galerias
RODRIGO CAIO - 4,5 - Assim como Gustavo Henrique, Rodrigo Caio cometeu faltas em profusão quando saiu para dar o bote e não viveu a sua melhor noite na zaga. Esteve perdido na marcação e ainda levou amarelo. Ao menos deu bons passes verticais. 

RODRIGO CAIO – 4,5 – Assim como Gustavo Henrique, Rodrigo Caio cometeu faltas em profusão quando saiu para dar o bote e não viveu a sua melhor noite na zaga. Esteve perdido na marcação e ainda levou amarelo. Ao menos deu bons passes verticais. 
Lance! Galerias
GUSTAVO HENRIQUE - 5,0 - Escolhido para ser titular ao lado de Rodrigo Caio, Gustavo Henrique fez uma partida fraca. Sofreu com os pivôs adversários, levou amarelo cedo e esteve inseguro em algumas jogadas.

GUSTAVO HENRIQUE – 5,0 – Escolhido para ser titular ao lado de Rodrigo Caio, Gustavo Henrique fez uma partida fraca. Sofreu com os pivôs adversários, levou amarelo cedo e esteve inseguro em algumas jogadas.
Lance! Galerias
FILIPE LUÍS - 5,5 - Sem Bruno Henrique para tramar jogadas no ataque, ficou, em boa parte, refém das obrigações defensivas. Ainda assim, conseguiu arrumar bons passes no apoio. 

FILIPE LUÍS – 5,5 – Sem Bruno Henrique para tramar jogadas no ataque, ficou, em boa parte, refém das obrigações defensivas. Ainda assim, conseguiu arrumar bons passes no apoio. 
Lance! Galerias
DIEGO - 5,0 - Diego, intenso como virtude inerente e um dos principais articuladores do Flamengo, não deu velocidade à transição ofensiva como outrora. Pouco agregou nas duas fases do jogo. 

DIEGO – 5,0 – Diego, intenso como virtude inerente e um dos principais articuladores do Flamengo, não deu velocidade à transição ofensiva como outrora. Pouco agregou nas duas fases do jogo. 
Lance! Galerias
GERSON - 4,5 - Em negociações para sair, Gerson pareceu desconcentrado no duelo. Errou passes simples, levou amarelo bobo e não esteve aceso para organizar o time.

GERSON – 4,5 – Em negociações para sair, Gerson pareceu desconcentrado no duelo. Errou passes simples, levou amarelo bobo e não esteve aceso para organizar o time.
Lance! Galerias
ARRASCAETA - 6,5 - Tecnicamente conseguiu arrumar soluções que condizem com o seu nível. Pôs uma bela bola na trave de fora e deu bons lançamentos. Vinha aquém do seu futebol, oscilou, porém cresceu na reta final.

ARRASCAETA – 6,5 – Tecnicamente conseguiu arrumar soluções que condizem com o seu nível. Pôs uma bela bola na trave de fora e deu bons lançamentos. Vinha aquém do seu futebol, oscilou, porém cresceu na reta final.
Lance! Galerias
EVERTON RIBEIRO - 5,0 - Tentou dar fluidez à circulação da bola, se movimentou bastante, arrancou um bom chute de longe, mas, no geral, não viveu uma noite feliz. Às vésperas de se apresentar à Seleção, Everton pouco acrescentou ao setor de criação. 

EVERTON RIBEIRO – 5,0 – Tentou dar fluidez à circulação da bola, se movimentou bastante, arrancou um bom chute de longe, mas, no geral, não viveu uma noite feliz. Às vésperas de se apresentar à Seleção, Everton pouco acrescentou ao setor de criação. 
Lance! Galerias
PEDRO - 5,5 - Titular na vaga do suspenso Bruno Henrique, Pedro tentou incomodar a zaga, saiu para escorar as bolas e chegou perto de marcar num arremate de fora. Não rendeu mais pois o time esteve abaixo na criação.

PEDRO – 5,5 – Titular na vaga do suspenso Bruno Henrique, Pedro tentou incomodar a zaga, saiu para escorar as bolas e chegou perto de marcar num arremate de fora. Não rendeu mais pois o time esteve abaixo na criação.
Lance! Galerias
GABIGOL - 5,0 - Gabigol não esteve elétrico para se movimentar e criar espaços no ataque. Quando teve chances, na maioria em rebotes, não aproveitou. Uma rara noite em branco do goleador. 

GABIGOL – 5,0 – Gabigol não esteve elétrico para se movimentar e criar espaços no ataque. Quando teve chances, na maioria em rebotes, não aproveitou. Uma rara noite em branco do goleador. 
Lance! Galerias
LÉO PEREIRA - 5,0 - O zagueiro entrou na reta final na vaga de Gustavo Henrique, que sentiu dores. Léo esteve seguro e pouco foi incomodado pelo ataque rival. 

LÉO PEREIRA – 5,0 – O zagueiro entrou na reta final na vaga de Gustavo Henrique, que sentiu dores. Léo esteve seguro e pouco foi incomodado pelo ataque rival. 
Lance! Galerias
GOMES - 5,5 - A joia segue em ascensão. João Gomes deu intensidade na marcação e se apresentou bem para organizar e finalizar. 

GOMES – 5,5 – A joia segue em ascensão. João Gomes deu intensidade na marcação e se apresentou bem para organizar e finalizar. 
Lance! Galerias
VITINHO - 5,0 - Como tem ocorrido com Rogério Ceni, Vitinho entrou com liberdade para flutuar entre as linhas e dar ritmo. Fez bem a função, porém perdeu uma ótima chance já nos minutos finais.

VITINHO – 5,0 – Como tem ocorrido com Rogério Ceni, Vitinho entrou com liberdade para flutuar entre as linhas e dar ritmo. Fez bem a função, porém perdeu uma ótima chance já nos minutos finais.
Lance! Galerias
5,0 - Entrou no fim e tocou poucas vezes na bola. 

5,0 – Entrou no fim e tocou poucas vezes na bola. 
Lance! Galerias
RODRIGO MUNIZ - 5,0 - O jovem centroavante foi acionado junto ao Hugo Moura, já nos minutos derradeiros, e pouco pôde fazer para dar a vitória. 

RODRIGO MUNIZ – 5,0 – O jovem centroavante foi acionado junto ao Hugo Moura, já nos minutos derradeiros, e pouco pôde fazer para dar a vitória. 
Lance! Galerias
ROGÉRIO CENI - 4,0 - O técnico precisa ser responsabilizado pela postura pífia ao longo dos 90 minutos. Ceni também demorou a mexer no time, apático e improdutivo. 

ROGÉRIO CENI – 4,0 – O técnico precisa ser responsabilizado pela postura pífia ao longo dos 90 minutos. Ceni também demorou a mexer no time, apático e improdutivo. 
Lance! Galerias
VÉLEZ SARSFIELD - SOBE - O time do Vélez teve mais a bola no primeiro tempo e  foi o único argentino que saiu do Grupo G sem levar gols do Flamengo. E teve méritos no Maracanã, mesmo com o Fla em noite ruim. A equipe de Mauricio Pellegrino se classificou em segundo lugar.  / DESCE - Faltou ousadia para o Vélez, que já estava classificado antes de a bola rolar, buscar o primeiro lugar do grupo, que só viria com a vitória. Não fez questão de se atirar ao ataque. Ortega foi expulso no final após entrada dura e merece um destaque negativo.

VÉLEZ SARSFIELD – SOBE – O time do Vélez teve mais a bola no primeiro tempo e  foi o único argentino que saiu do Grupo G sem levar gols do Flamengo. E teve méritos no Maracanã, mesmo com o Fla em noite ruim. A equipe de Mauricio Pellegrino se classificou em segundo lugar.  / DESCE – Faltou ousadia para o Vélez, que já estava classificado antes de a bola rolar, buscar o primeiro lugar do grupo, que só viria com a vitória. Não fez questão de se atirar ao ataque. Ortega foi expulso no final após entrada dura e merece um destaque negativo.
Lance! Galerias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *