América-MG ‘virou’ bem a chave da Copa do Brasil e ‘recebeu’ a liderança da Série B como recompensa

Lance

Lance
Lance

O empate da Chapecoense com o Brasil de Pelotas, pela 32ª rodada da Série B, confirmou o América-MG na liderança do campeonato. Com esse cenário, o Coelho está muito forte na briga pelo título e com o acesso praticamente garantido.

A ponta da competição veio depois que o time mineiro venceu o Guarani em Campinas por 1 a 0, gol de Rodolfo, chegando aos 63 pontos, mesma pontuação da Chape. Só que os catarinenses venceram 17 jogos, contra 18 do Coelho.

Segundo cálculos do Departamento de Matemática da UFMG, as chances do Coelho de subir é de 99,7%, faltando oito jogos para o fim da segunda divisão nacional.

VEJA COMO ESTÁ A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B

Esqueceu a Copa do Brasil e focou na Série B

Um dos segredos do América-MG para chegar a este momento da Série B com uma das mãos na na Série A é ter focado na competição o tempo todo, mesmo quando havia disputas paralelas.

A equipe mineira fez história ao chegar nas semifinais da Copa do Brasil e teve dois duelos duros com o Palmeiras, que superou o Coelho, mas com dificuldades, empatando em São Paulo, na ida, só conseguindo a vaga na decisão no jogo de volta, fazendo 2 a 0 no time de Lisca.

E, mesmo com o abalo pela eliminação, o Coelho soube lidar com a derrota no mata-mata e volta suas atenções para a Série B, que sempre foi o grande objetivo do ano para o clube.

Lisca falou como foi esse trabalho de “voltar a chave” do América para o “modo Brasileirão da Série B”.

-Olha essa conversa(de focar no acesso) foi em cima do nosso principal objetivo do ano. Sempre foi colocado pela diretora isso. Claro que a Copa do Brasil foi muito importante para a gente. Mas a gente sempre soube que nossa principal meta era o acesso para a Série A. Então a gente tinha que virar rápido essa chave e fortalecer. A gente sempre usou uma competição para fortalecer a outra. Ficamos muito triste na quarta-feira pela maneira que foi por estarmos bem na partida. Na hora que sofremos o gol porque encaramos o Palmeiras de igual para igual, principalmente no jogo em Belo Horizonte. Mas a qualidade deles fez a diferença também. A gente saiu bem triste mas fortalecidos pelo que fizemos contra o Corinthians, contra o Inter, pelo que o Brasil inteiro valorizou o trabalho dos jogadores do América, do clube, da comissão técnica. Também então colocamos isso para os nossos jogadores. Que hoje seria um jogo e fundamental. E que nos colocaria com um pé na Série A com a vitória sobre o Guarani. E foi isso que os jogadores fizeram. Então, temos de cumprimentar todos eles, também o clube, que soube não se atrapalhar com uma derrota chata. Eles administraram bem e mesmo com a derrota(para o Palmeiras) saiu fortalecido de uma Copa do Brasil. Ficamos entre os quatro. Também fomos bem no Mineiro, quando fizemos bons jogos com o Atlético-MG, O Nosso principal objetivo é coroar esse ano com chave de ouro para toda a torcida americana-disse Lisca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *