Alex Zanardi fala pela primeira vez desde grave acidente de bicicleta

Mais de seis meses depois de se ferir gravemente em um acidente sofrido durante uma prova de ciclismo adaptado, o ex-piloto de Fórmula 1 e estrela do esporte paralímpico, o italiano Alessandro Zanardi, começa a dar sinais de que conseguirá se recuperar

Segundo a neurologista Federica Alemanno, do hospital San Raffaele, em Milão, o atleta falou suas primeiras palavras durante um processo de cirurgia cerebral

“Foi uma grande emoção quando ele começou a falar, ninguém acreditou. Ele estava lá e se comunicou com sua família”, disse a médica ao jornal “Corriere della Sera”, confirmando que a cirurgia foi realizada com Zanardi acordado, para testar e preservar as funções cerebrais dele

No mês de dezembro, o mesmo jornal garantiu que o ex-piloto foi capaz de responder aos médicos e sua esposa
Daniella com gestos com as mãos, levantando o polegar para dizer ‘OK’,
enquanto também cumprimentava com um aperto de mão quando solicitado

De acordo com a publicação, ele ainda não consegue falar, pois o orifício em sua traqueia está sendo
mantido aberto por precaução. Porém, após cinco operações no cérebro, ele recuperou a visão, algo que era encarado como quase impossível

Alessandro Zanardi é um verdadeiro herói na Itália. Bicampeão da Indy e quatro vezes medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos, ele é sinônimo de perseverança e luta. Zanardi está Internado desde 19 de junho, depois de uma prova de bicicleta adaptada

Ele passou por várias cirurgias em hospitais de Siena e depois em Milão para estabilizar seu estado de saúde e reconstruir seu rosto, após sofrer vários traumas faciais e cranianos. Alessandro Zanardi chegou à Fórmula 1 pelas mãos da Jordan meses antes de Michael Schumacher, sabia? O italiano pilotou o carro verde em 1991

Em 1992, o piloto italiano esteve na Minardi, com o tradicional #23. Na foto ele aparece no GP da Hungria

Muita gente se esquece que o piloto passou pela italiana Minardi

Mais um ano, mais uma equipe: na foto, Zanardi no GP da França de 1993 pela Lotus

Em 1994, Zanardi fez apenas 10 das 16 provas do campeonato pela Lotus. Ele esteve no GP do Japão com o companheiro Mika Salo

Parece o acidente dos anos 2000, né? Pois Zanardi também sofreu um grave em 1993 no GP da Bélgica de F1

Já na Formula Indy, eis aí a bandeira quadriculada para Zanardi em Cleveland: naquele momento do ano, era a terceira vitória seguida e a quinta na temporada 1998

A apresentação em Laguna Seca em 1998 é vista como uma das maiores da carreira na Indy. Foi a primeira vitória naquela temporada na terceira corrida do ano

No oval de Nazareth, pista da família Andretti, Zanardi terminou em segundo, logo atrás do companheiro Jimmy Vasser

Zanardi para nos boxes durante o GP de Detroit de 1998. O italiano venceu a corrida

O italiano em ação durante o GP de Portland de 1998. Adivinha o resultado…

Zanardi já corria a etapa final em Laguna Seca com o título da temporada 1998 nas mãos

Mais uma vez dominantes: Zanardi se torna bicampeão da Indy com a ajuda de Vasser em 1998. Na foto eles comemoram as 500 Milhas de Fontana, na Califórnia, com três provas de antecedência

A taça pelo campeonato espetacular em 1998 ao lado do chefe, Chip Ganassi

O sucesso nos EUA trouxe Zanardi de volta à F1 pelas mãos da Williams, seguindo os passos de Jacques Villeneuve. O italiano foi companheiro de Ralf Schumacher

Mas o italiano sofreu… e como sofreu naquele temporada…

Zanardi escapou de um acidente com Pedro Paulo Diniz no GP da Europa de 1999

Aqui, Zanardi voltava a correr diante de sua torcida em Monza. Detalhe: ainda buscava seu primeiro ponto na temporada. Algo que não conseguiu até o fim da temporada e o que lhe tirou da F1

Zanardi voltou a se achar na Indy em 2001. Mas foi ali que sua vida começou a mudar. Na pista oval de Lausitz, Alemanha. Líder da prova, Zanardi voltava à pista e perdeu o controle. Alex Tagliani veio e acertou o piloto em cheio

O carro #66 ficou destruído, bem como sua parte inferior. A perda de sangue foi imensa

Os comissários logo correram para tentar salvar Zanardi

Um ano depois de seu acidente, Zanardi voltava à Indy. A foto do italiano falando justamente com Alex Tagliani em Toronto, é histórica 

O italiano deu a bandeirada daquela corrida em Toronto

Em 2003, um dos momentos mais emocionantes: a Indy (Cart) resolveu dar a Zanardi um carro para que ele completasse as voltas restantes da corrida em que ele se acidentou em Lausitz

Zanardi é auxiliado para entrar no carro da Indy de 2003, onde foi homenageado no oval da Alemanha

O italiano recebeu o carro #66 da MoNunn com o acelerador e o freio adaptados no volante

O momento de ir para a pista: o carro #66 de Zanardi se prepara para completar as voltas finais da corrida de 2001

O carro de Zanardi é ligado em meio ao batalhão de repórteres e fãs em Lausitz

O público acompanha a bandeirada a Zanardi em Lausitz 2013

E Zanardi ‘vence’ o GP de Lausitz, na Alemanha, dois anos depois de seu acidente

Em 2006, a Sauber deu a chance para Zanardi testar um carro de F1 em Valência. Foi a primeira vez que um piloto amputado andou com um carro da categoria

‘Só me sinto um pouco decepcionado porque não posso ser veloz da maneira como eu gosto, já que não me sinto totalmente confortável sentado no carro’, disse o italiano

Sem participar de competições de carros, Zanardi passou a se dedicar a uma modalidade também atrelada à velocidade

A comemoração de Zanardi com seu novo objeto de trabalho após a confirmação da medalha de ouro em Londres

O beijo na medalha de ouro olímpica nos Jogos de 2012 em Londres

O ouro era apenas o resultado de uma vida de trabalho em prol do esporte e de superação seguida por muitos

Já na condição de campeão paralímpico, Zanardi apareceu com sua bicicleta de mão antes da largada do GP da Alemanha de 2012 da F-1

Em 2013, a Indy e a Ganassi convidaram Zanardi para um momento especial: entregá-lo o carro campeão de 1998 em Indianápolis

O mundo, inclusive, esperava que Zanardi pudesse participar das 500 Milhas de Indianápolis – algo que nunca aconteceu

Zanardi voltou a reencontrar Chip Ganassi, o chefe de equipe responsável por seus títulos

O italiano acompanhou a edição de 2013 das 500 Milhas de Indianápolis dos boxes da Ganassi

Após quatro anos, no Rio 2016. Zanardi de volta para os Jogos Paralímpicos para tentar mais um ouro

A celebração: mais um ouro para Zanardi nas Paralímpiadas

A emoção de Zanardi ao ouvir o hino italiano no pódio dos Jogos Paralímpicos do Rio 2016

Zanardi celebra conquista no Rio 2016

Em abril de 2017, Zanardi participou de um IronMan em Pescara

Zanardi completou 113 km com o tempo de 4h26min58s, ficando com a 26ª posição no geral

A preparação de Zanardi para o IronMan de Barcelona de 2017

Meses depois, Zanardi resolveu participar de outro IronMan, desta vez em Barcelona

Uma das provas de resistência mais difíceis do mundo

Aqui, Zanardi aparece em um treino do Club Paralímpico Italiano em 2018

Zanardi repetiu a dose no ano seguinte, participando da competição

A chegada de Zanardi no fim do IronMan da Emília-Romagna em 2019

A chegada de Zanardi no fim do IronMan de Barcelona em 2019

O DTM também chamou Zanardi para uma participação especial durante o fim de semana em Mugello

Zanardi foi convidado pela BMW para andar em Daytona em 2019 pelo SportsCar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *