Justiça libera PMs presos por facilitação de fuga na Santa Casa

Os dois policiais militares presos depois da fuga de um detento na Santa Casa de Campo Grande foram liberados em audiência de custódia, na manhã desta quarta-feira (3). Eles são acusados de facilitação de fuga por deixarem o preso de 49 anos que estava internado na enfermaria tratando um AVC (Acidente Vascular Cerebral) fugir, nesta terça-feira (2). Ele ainda não foi localizado.

Em depoimento, o cabo confessou que teria ido descansar em seu carro que estava no estacionamento do hospital, quando o preso fugiu. Ele havia ficado sob a escolta da colega soldado.

Apesar de ter dito que estava no quarto de enfermaria no momento da fuga, a policial contou que depois da enfermeira dar a medicação, às 4h30 da manhã, o preso pediu para ir ao banheiro. Ele caminhou sozinho, sem algemas, enquanto a PM ficou do lado de fora ao lado da porta.

Diante da demora do interno, a policial disse que resolveu entrar no banheiro e percebeu a fuga. Como não há janelas e apenas uma porta, a soldado alegou que se distraiu mexendo no celular.

A assessoria da Polícia Militar informou que as circunstâncias dos fatos serão apuradas em procedimento administrativo aberto e as equipes operacionais estão em diligências para localizar o foragido.

Fuga – O preso, que não teve o nome divulgado, estava internado sob escolta na Santa Casa de Campo Grande e conseguiu escapar na manhã desta terça-feira (02). O detento de 49 anos estava no hospital desde o último domingo após ter sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no presídio, onde cumpria pena por estupro de vulnerável.

De acordo com a assessoria de comunicação da Santa Casa, ele recebeu medicação às 4h30 da madrugada desta terça (2). Nesse horário os enfermeiros foram até o quarto para aplicar medicação no detento. Uma hora depois, às 5h30, os enfermeiros voltaram ao quarto para outros procedimentos de rotina e já não encontraram mais o paciente.

O post Justiça libera PMs presos por facilitação de fuga na Santa Casa apareceu primeiro em Diário Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *