Cinco pacientes com Covid-19 de Manaus iniciam tratamento no Hospital das Clínicas da UFPE

Pacientes chegaram ao Hospital das Clínicas da UFPE, vindo de Manaus Cinco pacientes com Covid-19 vindos de Manaus chegaram no fim da noite deste sábado (23), ao Recife, para serem tratados no Hospital das Clínicas da UFPE, unidade vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal ligada ao Ministério da Educação (MEC). Para recebê-los, o HC organizou uma força-tarefa para montar toda a estrutura necessária (como redefinição de fluxos, reorganização das equipes e redistribuição de leitos, entre outras ações).

Os quatro homens e uma mulher, com idades entre 31 e 59 anos, já estão internados no HC: um deles na UTI e os outros quatro na Enfermaria de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP), locais que seguem rigorosos critérios de biossegurança. “Esse é mais um momento histórico que estamos passando aqui no HC-UFPE. Estamos preparados e vamos fazer o nosso melhor como é de praxe, com um tratamento integral e humanizado. Temos a oportunidade como hospital-escola de contribuir com a Rede Ebserh e temos o apoio dos gestores do SUS local nesta ação de caráter humanitário para acolhermos esses pacientes com o melhor que podemos oferecer”, explica o superintendente do HC-UFPE/Ebserh, Luiz Alberto Mattos.

Os pacientes de Manaus chegaram num voo da Força Aérea Brasileira (FAB) e desembarcaram na Base Aérea do Recife, por volta das 21h30, onde passaram por uma triagem para avaliação do estado clínico feita por equipe médica do HC-UFPE/Ebserh e, na sequência, seguiram em ambulâncias escoltadas por batedores da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) até o hospital, num percurso de aproximados 14 km, um pouco antes das 23h.

@@[email protected]@

O Hospital das Clínicas da UFPE/Ebserh possui vasta experiência no tratamento de pacientes com Covid-19. De abril a dezembro de 2020, foram atendidos 403 pacientes com o novo coronavírus, tanto na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) quanto na Enfermaria. 

Além disso, uma série de ações foram realizadas no HC como treinamentos e atualizações com as equipes de assistência; desenvolvimento de atividades no campo do ensino, da pesquisa, da extensão, da assistência e da telessaúde (com milhares de teleatendimentos, teleconsultas e teleorientações feitas por meio do Núcleo de Telessaúde da UFPE, a unidade de saúde digital do HC). Atualmente, 58 pesquisas ligadas à Covid-19 estão sendo feitas no hospital universitário.

O HC-UFPE/Ebserh é um hospital universitário de grande porte e alta complexidade, que conta com quase três mil profissionais, distribuídos nas áreas médica, assistencial e administrativa, além de 330 residentes.

Operação Manaus
Desde o último fim de semana, o MEC tem recebido pacientes de Manaus por meio dos hospitais universitários federais da Rede Ebserh, com mais de 100 pessoas já acolhidas – mais de 10 já receberam alta. Com a coordenação do Ministério da Saúde (MS), uma rede de apoio foi criada em todo o país para receber os pacientes de Manaus com Covid-19. Ao todo, foram disponibilizados 205 leitos em nove hospitais universitários administrados pela Ebserh. O Estado do Amazonas sofre uma situação crítica em seu sistema de saúde.

Além do HC-UFPE, as unidades que estão recebendo pacientes desde o último dia 15 são o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI; Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA); Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB); Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol-UFRN); Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB);Hospital das Clínicas de Goiânia (HC-UFG); Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará (HUWC-UFC) e Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes da Universidade Federal de Alagoas (Hupaa-Ufal).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *